MUTIRÃO DE CIRURGIAS ELETIVAS BENEFICIARÁ 117 PACIENTES DE JABORANDI

MUTIRÃO DE CIRURGIAS ELETIVAS BENEFICIARÁ 117 PACIENTES DE JABORANDI

“Iniciativa do Governo Paulista pretende acabar com a demanda reprimida de cirurgias eletivas em todo o estado com investimento de R$ 210 milhões”

O munícipio de Jaborandi, foi contemplado com um pacote de até 117 cirurgias eletivas que estavam em demanda reprimida para pacientes, sendo 45 pacientes com Autorização de Internação Hospitalar (AIH), já emitidas pelo médico especialista e 72 pacientes avaliados por médico especialista com indicação cirúrgica.
O anúncio, foi realizado na última quarta-feira (13/07), pela Diretora do Departamento Regional de Saúde V (DRS V), Rosemeire Aparecida Campanholi Felca, em reunião presencial na sede do órgão da qual participaram o prefeito Silvio Vaz de Almeida, a Secretária Municipal de Saúde, Joice Aparecida da Silva e o Coordenador Administrativo, Antônio Ribeiro Neto.
A expectativa dos técnicos da saúde é zerar a demanda reprimida até outubro deste ano, por procedimentos cirúrgicos eletivos, cuja fila foi agravada em função da pandemia do Covid 19, pois os hospitais de referência regionais suspenderam a realização de procedimentos cirúrgicos eletivos no período. Segundo o governo estadual, são mais de 538,1 mil cirurgias cadastradas hoje na Cross (Central de Regulação).
A estratégia contempla 54 cirurgias em sete especialidades, como as de visão e as dos aparelhos circulatório e digestivo. Sem o mutirão, o estado estima que levaria cerca de dois anos para atender toda a demanda reprimida. Para estimular a adesão de hospitais filantrópicos e privados na ação, o governo estadual pagará aos prestadores de serviço, a tabela SUS com remuneração dobrada, haja vista que a mesma não é reajustada pelo Ministério da Saúde, desde 2001.
A Diretora do Departamento Regional de Saúde V, Rosemeire Campanholi Felca, destacou durante a reunião, a importância da ação do governo paulista. “A expectativa da Secretaria Estadual de Saúde (SES/SP), com a adesão da rede filantrópica, da rede privada e com esse esforço da rede própria do governo de São Paulo, é que em cinco meses nós já tenhamos a questão da fila das cirurgias eletivas praticamente resolvida, administrando naturalmente a partir daí o fluxo de cirurgias mensal, que também é bastante expressivo”, enfatizou a representante do governo paulista.
O prefeito Silvio Vaz de Almeida, comemorou a iniciativa pioneira do governo paulista, além da importância na qualidade de vida e saúde dos pacientes beneficiados. “Graças a sensibilidade e grande visão administrativa do governador Rodrigo Garcia, mais de 500 mil pacientes paulistas serão beneficiados e na nossa cidade 117 jaborandienses que aguardam a meses e até em alguns casos até anos para a realização de seus procedimentos cirúrgicos eletivos”, enfatizou Silvinho.
A Secretaria Municipal de Saúde, Joice Aparecida da Silva destacou na oportunidade que a Central de Agendamento do munícipio, através da servidora Ana Paula Luís, iniciou o processo de qualificação desta demanda e em breve estará entrando em contato com os 117 pacientes beneficiados. A titular da pasta da saúde explicou também que os procedimentos de média complexidade (MC), serão realizados no Hospital José Venâncio na cidade de Colina – SP, e os procedimentos de alta complexidade (AC), serão realizados na Santa Casa de Misericórdia com sede em Barretos – SP. “ Estaremos qualificando nossa demanda reprimida e após a confirmação com os pacientes, agendaremos reuniões diretamente com os prestadores de serviços para iniciar os agendamentos dos procedimentos”, finalizou Joice.



via Facebook

Skip to content