Responsável técnica da vigilância epidemiológica de Jaborandi refuta reportagem

Reportagem menciona Jaborandi, como uma das cidades do interior paulista onde ocorreu aplicação de 02 doses do lote 4120z004 da vacina Astrazeneca/Fiocruz vencidas

 

A enfermeira e Responsável Técnica pela Vigilância Epidemiológica de Jaborandi, Joelma Alves Sales da Mata, refutou na tarde desta sexta-feira (02/07), reportagem veiculada no jornal Folha de São Paulo que cita diversas cidades paulistas entre elas Jaborandi, como tendo aplicado a vacina vencida da Astrazeneca/Fiocruz do lote 4120z004 em 02 pacientes. Segundo a enfermeira o munícipio de Jaborandi, recebeu o lote 4120z004 dos imunizantes da Astrazeneca/Fiocruz, no dia 28/01/2021, sendo que todas as doses deste lote foram aplicadas até o dia 15/02/2021 e a data de vencimento do mesmo era somente em 13/04/2021. “Infelizmente esse órgão de imprensa presta um desserviço a sociedade, a medida que não apura corretamente os fatos. Recebemos os lotes no dia 28/01/2021 e de acordo com o Plano Nacional de Imunização (PNI) e Plano Estadual de Imunização (PEI), aplicamos 100% das doses desse lote até o dia 15/02, ocorrendo falha no processamento da plataforma governamental e também na alimentação o que fez com que 02 doses deste lote fossem processadas como sendo aplicadas entre os dias 23/04 e 27/04”, enfatizou a servidora.
Ainda segundo Joelma, o Grupo de Vigilância Epidemiológica Estadual (GVE-SP), repassou com apoio da equipe local, todo o histórico de imunização no munícipio não encontrando falha alguma na aplicação das doses.
Números da Vacinação em Jaborandi
O município de Jaborandi, atingiu nessa sexta-feira (02/07), a marca de 42,07% da população vacinada contra a Covid 19. Ao todo foram aplicadas 3.961 doses, sendo 2.922 referentes a primeira dose e 1.009 referentes a segunda dose e 50 referentes a dose única.
Atualmente a campanha de imunização contra a Covid 19, está vacinando adultos, com idade entre 40 a 42 anos.
A previsão da Secretaria de Estado da Saúde (SES/SP), é que todos os adultos, com idade a partir de 18 anos sejam vacinados no estado de São Paulo até o final do mês de setembro.
A responsável técnica da Vigilância Epidemiológica, Joelma Alves Sales da Mata, enfatizou que os imunizantes só atingem a eficácia dos estudos clínicos, a partir da segunda dose. “Pedimos a população compreensão, temos agora um cronograma final do Programa Estadual de Imunização (PEI), mas até chegarmos a esse percentual de 70% da população imunizada, a máscara, o álcool gel e o distanciamento social ainda terão que fazer parte do nosso dia a dia”, enfatizou a enfermeira Joelma.