• Imagem Jaborandi
  • Imagem Jaborandi
Veja Também


Saúde de Jaborandi realiza balanço sobre a Dengue em 2019

14 de Maio de 2019

" Município registra 347 notificações da doença até o dia 13/05 , com o registro de 01 óbito no período e mais um em investigação segundo dados oficiais. " 
 
        A Prefeitura Municipal de Jaborandi , através da Secretaria Municipal de Saúde e o Departamento de Controles de Endemias (DECEN) apresentaram na tarde desta segunda - feira (13/05), os números da Dengue no município. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde até a manhã do dia 13/05, foram notificados no município 347 casos de Dengue, sendo até a presente data 85 confirmações, 231 casos em investigação, 13 casos inconclusivos e 18 descartados. Ainda segundo a titular da pasta, Rita da Silva Pereira, no período ocorreram 01 óbito de uma mulher de 43 anos por dengue já confirmado e existe mais uma suspeita em investigação, também de mulher, com idade de 51 anos. Segundo Rita, esse número provavelmente deva ser maior pois as pessoas que foram atendidas no serviço particular de saúde, não foram notificados bem como aqueles que procuraram atendimento fora das unidades da rede municipal de saúde, inclusive em outros municípios da região. 
 " Destacamos servidor especialmente para realizar o preenchimento da ficha de notificação no Pronto Atendimento Municipal (PAM) e também para a alimentação do SINAN ON LINE (Sistema de Informação de Agravos de Notificação) na Vigilância Epidemiológica afim de que a doença não fosse subnotificada em nosso município" , destacou Rita. 
       Entre ações preventivas e de combate aos criadouros do Aedes aegypti a secretaria destacou a aplicação  sistemática  de inseticida e larvicidas em bueiros, cacimbas,  na lagoa de decantação de efluentes da SABESP,  bem como em outros locais onde possa haver o acumulo de água. Além destas ações, o DECEN (Departamento de Controle de Endemias)   vêm realizando no período noturno a nebulização com inseticida de ruas e avenidas do perímetro urbano,  bem como em seringais na zona rural com foco no combate do mosquito transmissor já em sua forma alada. Além disso os Agentes de Controle de Endemias (ACEs),  bem como Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) tem percorrido, desde novembro do ano anterior todos os imóveis urbanos para a busca ativa de possíveis criadouros e sua respectiva eliminação. " Estamos trabalhando em duas frentes uma através da conscientização da população com ações educativas coordenadas pelas equipes de estratégia de saúde da família no âmbito da atenção básica  e outra através do combate aos criadouros e ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya,  zika vírus e febre amarela" , finalizou a titular da pasta da saúde.
       O prefeito municipal, Marcos Antônio Daniel participou da reunião de balanço, oportunidade na qual frisou os esforços da administração municipal em manter o abastecimento de medicamentos, insumos e acesso a exames de sangue afim de suprir a demanda mesmo durante o auge da epidemia. " Cientes do crescente número de casos de Dengue reforçamos o serviço laboratorial 24 horas por dia , através da contratação de mais uma biomédica, adquirimos um Analisador Automático de Hematologia, permitindo o diagnóstico rápido e preciso de hemogramas com contagem de plaquetas" , frisou Marcos. Ainda segundo o chefe do executivo até o dia 13/05 deste ano foram realizados no laboratório municipal, bem como no laboratório terceirizado cerca de 5.217 exames contra 2.995 exames realizados no mesmo período do ano anterior o que representa um crescimento superior a 174% na oferta de exames. " Se analisarmos a oferta e realização exclusivamente de exames de Hemograma Completo esse percentual é ainda maior havendo um crescimento nos primeiros 5 meses deste ano de 364% , passando de 436 exames de hemograma realizados no mesmo período em 2018 para cerca de 1.587 exames de hemograma, no mesmo período do atual exercício" , destacou o chefe do executivo. 
        A Secretaria Municipal de Saúde de Jaborandi, informou ainda que o  Pronto Atendimento Municipal do Hospital Municipal "Dr. Amadeu Pagliuso" que é a porta de entrada da rede local de saúde aos atendimentos de  urgência/emergências apresentou um crescimento de 12% no número de atendimentos/procedimentos realizados passando de 35.692 nos primeiros 5 meses de 2018 para 39.925 no mesmo período deste ano. A pasta responsável pela gestão da saúde destacou ainda que a dispensação de materiais hospitalares, bem como medicamentos para atendimento ambulatorial e de internos no Hospital Municipal "Dr. Amadeu Pagliuso" sofreu acréscimo de 42,70% passando de 45.485 unidades dispensadas nos primeiros 5 meses de 2018 para 64.907 unidades de medicamentos e materiais hospitalares dispensados no mesmo período deste ano. 
 

Desenvolvido pela Macaúba

O seu navegador não é recomendado para uma boa navegação neste site.
Para uma melhor visualização do site atualize-o ou escolha outro navegador.
Saiba mais...
Google ChromeMozilla FirefoxApple SafariOpera